ABCHD Recuperação de dados e arquivos perdidos

Fone: 11- 4458 0615

Fone: 11- 4474 1077

Whatsapp: 11- 97629 0886

Algumas dicas importantes

O descuido do usuário é a causa mais comum para a perda de dados e abaixo descrevemos alguns cuidados que podem ser muito úteis e evitar aborrecimentos no futuro.
Tenha sempre instalado e atualizado um bom antivírus, se você acessa a internet, recebe e-mails ou descarrega arquivos de outra máquina em seu computador e não tem um antivírus, então está procurando problemas.

O e-mail é sem dúvida, o meio mais utilizado para a disseminação de vírus e por melhor que seja o seu antivírus, ele só será eficiente contra aqueles vírus que circulam a algum tempo e já são "conhecidos" das empresas que fabricam os antivírus. Lembre-se que as empresas de antivírus é que correm atrás dos vírus e não o contrário e que de tempos em tempos aparece um vírus novo que infecta milhares de computadores no mundo todo em questão de horas e só depois disso é que será criado um "antídoto" para esse vírus, só que aí, para muitos, já pode ser tarde. A regra mais básica para receber e-mails é ter cuidado extremo com os arquivos anexados ou links, pois quase sempre os vírus se "escondem" nesses anexos e links e que normalmente tem frases chamativas do tipo "Você foi sorteado e ganhou um Notebook, clique aqui para confirmar seu prêmio" ou ainda "Você foi escolhido para participar do próximo BigBrotherBrasil, clique aqui e confirme sua participação". O ideal mesmo é que, se você não conhece quem lhe enviou a mensagem ou não tem certeza da segurança do anexo, então é melhor excluir sem abri-lo.

Agora vamos ver um pouco dos problemas que ocorrem com os backups. Aqui o erro está em como o backup é feito, muitos usuários fazem o backup no mesmo HD em que estão o sistema operacional e todos os arquivos. Esse tipo de backup é útil nos casos de dados apagados ou corrompidos pois é só ir até a pasta do backup e pegar o seu arquivo intacto e coloca-lo de volta no lugar, porém isso de nada adianta se o HD queimar por exemplo. Nesse caso, mesmo que tenha feito backup todo dia, você perdeu tudo, pois o HD não funciona mais. O que deve ser feito é gravar todas as pastas e arquivos que são importantes em outra mídia, Pen Drive, DVD, HD externo, etc e acredite, mesmo assim os problemas acontecem pois, depois de copiar os dados, quase ninguém se preocupa em testar os arquivos que foram copiados e só descobrem que houve erro quando já não tem mais o arquivo original e tentam abrir a cópia e ela está corrompida. Portanto a regra é a seguinte: Faça o backup dos arquivos mais importantes em um lugar que não seja o mesmo HD e depois testes todos. Sabemos que isso é muito chato, mas até hoje não inventaram uma forma divertida de fazer backup.

Agora vamos abordar a formatação do HD e aqui parece estar o maior pecado que alguém pode cometer contra si mesmo. Não é possível formatar um HD "sem querer", não há uma tecla que se pressionada por engano formate todo o disco rígido. Para que a formatação tenha início é necessário que o usuário confirme a sua intenção pelo menos duas vezes e no caso de reinstalação do sistema, para que a formatação comece é preciso iniciar o computador pela unidade de CD, esperar toda a leitura do disco e ainda depois confirmar que realmente quer formatar o HD para que tudo tenha início. Por tudo isso, a conclusão a que se deveria chegar é que, um HD só é formatado quando realmente se planeja e se quer isso. Pois é caro visitante, mas a realidade não é bem assim, e é grande o número de HDs que nos chegam e que foram formatados acidentalmente, principalmente aqueles que estavam como "escravos" ou aqueles com mais de uma partição. O conselho aqui é: Cuidado e atenção.

Por último, sempre desligue corretamente o computador, ou seja, clique no botão "Iniciar", depois em "Desligar" e por fim em "OK". Por pressa ou impaciência muitas pessoas desligam o computador direto no botão da CPU ou estabilizador e isso diminui consideravelmente a vida útil do HD.

Todos os direitos reservadosrodapé